6 dicas de como vender artesanato no mês de vendas baixas

Depois de terminar o ano, feliz da vida e no positivo com os produtos vendidos em muitas oportunidades que são abertas pelas festas de final de ano, e assim, não ligar para as dores nas pernas de tanto ficar em pé atendendo a clientela ou com as costas e mãos adormecida de tanto produzir os artesanato, precisamos encarar o mês seguinte, o mês das férias.

Para a maioria das pessoas que vendem artesanatos e não são ligados a praia, turismo ou qualquer outro produto relacionado às férias é necessário ser muito criativa para conseguir pagar as contas que, coincidentemente, são as maiores de todos os meses do ano, pois tem os materiais escolares, IPVA, IPTU, as prestações do cartão de crédito que respingam das festas de final de ano, entre outros.

Existem algumas saídas para driblar o mês de janeiro e tirar de letra, veja abaixo algumas dica.

1 – Começar o ano com planejamento de no mínimo 6 meses:

Para as artesãs que passaram o ano produzindo artesanato tem a experiência do(s) mês (es) com menor(es) venda(s) e o planejamento é a forma de prever ações para essas situações.

Para quem ainda não sabe como planejar assista as aulas de planejamento.

2- Muitas empresas traçam estratégias promocionais mais fortes para os meses de receitas abaixo da média, como a redução dos preços.

Para produtos artesanais é possível fazer a mesma estratégia. Com o estoque parado ou sobras de produtos não vendidos é hora de reduzir os preços para ganhar fôlego e começar o mês de fevereiro com novidades para atrair o público.

3- Crie oportunidades para que seus produtos possam ser vendidos.

Coloque seus produtos numa mala e vá atrás dos seus clientes. Bata de porta em porta e ofereça seus produtos. Peça permissão a empresas com muitos funcionários para entrar e vender ou deixe com pessoas que trabalham na empresa e pague uma porcentagem de venda para a mesma, por levar os seus produtos para dentro do escritório.

4- Invente algum evento em sua casa, ou ateliê para suas amigas e amigas de amigas.

Um café da tarde, uma aula de artesanato para iniciantes, um bingo, o que for mais conveniente para você e que encha com mais pessoas.

5 – Tire lucro dos meses de maiores vendas e reserve para capital de giro nos meses de baixa venda.

Principalmente, nos meses de maior consumo, como no natal, as vendas podem ultrapassar as expectativas. É nesse momento que devemos tirar uma porcentagem do lucro para guardar aos meses de baixa receita e assim não desestabilizar o fluxo de caixa.

6- Crie produtos ligados à férias, verão ou carnaval.

Aproveite a temática dos meses para alavancar as suas vendas. Se é especialista em gorros de lã, comece a fazer chapéus de praia com fio de malha.

Se gostou das dicas comente aqui ou deixe uma sugestão.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artesanato em Movimento

Sou Andrea Tomotani, designer, trimae, empreendedora e artesa. Depois de fundar a Azul Céu design e festas, encontrei no artesanato mais que uma forma de me sustentar, encontrei um propósito de vida que é mostrar e compartilhar entre as artesas que é possível ser profissional artesa e ser feliz.

Posts recentes
Recent Posts

2ª Edição – Café com Arte e Artesanato

Live: Apresente-se e venda

O que é Pitch?

Live: Crie sua oportunidade de venda

1ª Edição Café com Arte