Organize seu ateliê e tenha mais produtividade

Para quem trabalha com artesanato sabe o quanto a produtividade é importante, pois além da fabricação dos produtos é necessário dar conta das vendas, atendimento ao cliente, o financeiro, entre outras coisas e ainda da casa e da família. E quando se faz tudo, sem ajuda de um funcionário a perda de tempo é literalmente a perda de dinheiro.

Mas afinal o que é produtividade?

A produtividade, nada mais é, do que a capacidade de otimizar o tempo, reduzir o desperdício e ainda produzir mais. Ou seja, em pouco tempo e sem perda de matéria prima, à produção de maior número de produtos.

Como ter mais produtividade organizando o ateliê?

Todo ateliê, ou a maioria dos ateliês, tem diversos, tipos, tamanhos e formatos de ferramentas, matérias primas, produtos fabricados, com defeitos, inacabados, entre outros objetos que são específicos de cada técnica.

Quando se começa a produção de uma encomenda, a última coisa a se pensar é em manter o ateliê arrumado. E é nessas horas que a ferramenta essencial é perdida, ou a matéria prima entra em falta e precisa comprar rapidamente outra. Mas no meio da bagunça o mais importante é terminar o trabalho.

Após o término se percebe que não tinha necessidade de comprar material de última hora, gerando o desperdício e a tensão gerada pela a procura da ferramenta perdida poderia ser dispensada se tudo tivesse um lugar pré definido.

E pensando na produtividade a organização pode fazer com que tenha mais encomendas por mês e mínimo de desperdício. Veja abaixo algumas dicas de como manter o ateliê arrumado.

1 – Divida em zonas

Divida em 4 zonas ou quantas zonas achar necessário. A primeira zona é para todas as ferramentas, por exemplo em um armário. A segunda zona para as matérias primas e a terceira para os produtos acabados, inacabados e com defeitos. E tenha uma quarta zona, de preferência perto da porta de saída, para os produtos embalados e prontos para serem entregues.

2- Deixe espaços, estrategicamentes, vazios

Em todas as zonas deixe espaços não preenchidos para itens que ainda não tem um lugar definido e com o tempo vai organizando até encontrar um. Ou no meio de uma produção, para não perder tempo de guardar as ferramentas ou materiais, os espaços servem para acumular os itens e só guardar após terminar a encomenda.

3- Caixas e compartimentos transparentes

Mantenha os itens com a mesma utilidade, em caixas transparentes para serem visualizados facilmente.

4- Caixas de abertura frontal

As caixas de abertura frontal permite que não tenha necessidade de retirar caixas acima para pegar um item.

5- Ferramentas e materiais a vista

Mantenha as ferramentas e materiais que utilizará acima na encomenda organizado na mesa de trabalho ou próximo a mesa.

6- Cesto de lixo

Tenha um ou dois cestos de lixo por perto para que a sujeira não se espalhe por todo ateliê.

Gostou das dicas? Se gostou ou tem alguma dúvida ou sugestão mande uma mensagem.

:O)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artesanato em Movimento

Sou Andrea Tomotani, designer, trimae, empreendedora e artesa. Depois de fundar a Azul Céu design e festas, encontrei no artesanato mais que uma forma de me sustentar, encontrei um propósito de vida que é mostrar e compartilhar entre as artesas que é possível ser profissional artesa e ser feliz.

Posts recentes
Recent Posts

2ª Edição – Café com Arte e Artesanato

Live: Apresente-se e venda

O que é Pitch?

Live: Crie sua oportunidade de venda

1ª Edição Café com Arte